sapato-de-segurancaCategoriasCalçado de Proteção Equipamentos de Proteção

Sapatos de Segurança Leves : Sabe Quais escolher ?

Sapatos de segurança leves são a escolha certa para ambientes de trabalho que exigem um reforço da sua proteção pessoal. Além do uso de roupa adequada e certificada, equipamentos de proteção individual, como luvas, máscaras, capacetes, também calçado técnico de segurança é essencial para uma proteção completa.

A escolha de sapatos de segurança leves, pode parecer difícil quando não se tem conhecimento para adquirir o calçado de proteção que necessitamos. Neste seguimento, preparamos um guia com algumas dicas que o vão ajudar a escolher os sapatos de segurança mais indicados para si e para o seu dia a dia.

A Importância de sapatos de segurança leves

A utilização de calçado de segurança adequado ao seu trabalho é fundamental para a uma proteção completa e cuidada. Eles vão proteger o trabalhador contra acidentes, prevenir lesões , cortes, esmagamentos, queimaduras, deslizes ou quedas.

De seguida damos algumas dicas para o ajudar na escolha :

  1. Verifique os requisitos de segurança

    É importante , verificar os requisitos de segurança exigidos no seu trabalho. Algumas dessas exigências podem limitar o peso do calçado, por exemplo, biqueira de proteção, para proteger os pés, solas resistentes à perfuração ou ainda calçado resistente a descargas eletroestáticas.

    Estas especificações técnicas podem limitar o peso do sapato de segurança, de acordo com as características que estes têm de possuir.

    Conheça todos os standards de calçado de segurança.

  2. Atenção ao ambiente de trabalho e à época do ano

    O local de trabalho é frio? muito quente? É um espaço interior ou espaço exterior? Os diferentes ambientes requerem características diferentes e diferentes tipos de certificações. Para um ambiente fechado pode ser necessário calçado mais arejado, já trabalhos exteriores por norma requerem calçado impermeável e que oferecem mais aconchego ao pé.

    sapato-de-seguranca

  3. Conforto

    O que grande parte dos trabalhadores procuram são sapatos de segurança confortáveis, este é o fator mais importante na escolha dos sapatos de segurança para o dia a dia. Mais do que ninguém, sabemos o que é andar desconfortável todos os dias. Um sapato adequado, com características adequadas vai prevenir dores na zona lombar das costas e impedir com que os seus pés fiquem em ferida.

    Conheça a coleção completa: clique aqui

  4. Quais são as dores e dificuldades do dia a dia?

    Na hora de escolher, é importante ter consciência do tipo de calçado de procura e quais são as suas necessidades. Por exemplo, para quem tem por hábito percorrer muitos kms ao longo do dia, o ideal é optar por um calçado mais leve . Fique a conhecer a nossa coleção Flow

  5. Escolha o Sapato de Segurança Certo

Entre sapatilhas, botas ou sapatos, o que é que prefere calçar durante o horário laboral?

Seja qual for a escolha, na SARTIS encontra todas estas opções. A sua escolha deve basear-se na sua preferência pessoal,  no entanto lembre-se que nem todos os tipos de sapatos são adequados para todos os trabalhos.

Na nossa loja online temos vários tipos de sapatos de segurança disponíveis. Veja todas as opções de botas aqui.

Por outro lado, se durante o dia está muito tempo agachado, e tem preferência por um calçado mais leve a nossa sugestão é que escolha umas sapatilhas de proteção. Pode encontrar muitos modelos disponíveis na nossa loja online.

Agora basta escolher o modelo que mais gosta.

 

Uma vez que vai utilizar o seu calçado de trabalho todos os dias, recomendamos que faça limpeza e manutenção regulares para os proteger e evitar com que estes se desgastem mais rapidamente.

Se precisar de ajuda para escolher o calçado que mais se adequa a si, pode contactar-nos através do chat que se encontra no site ou através de e-mail para info@sartis.pt. Encontre os melhores modelos de calçado de segurança aqui.

 

calcado-de-segurancaCategoriasEquipamentos de Proteção

Nova norma de calçado de segurança: EN ISO 20345:2022

O calçado de segurança é essencial para proteger os trabalhadores e impedir que estes contraiam acidentes de trabalho em inúmeros contextos industriais. Além da proteção contra ferimentos , o calçado de segurança é fundamental para proporcionar um ambiente de trabalho seguro a quem lá trabalha.

Esta utilização evita possíveis danos irrecuperáveis nos pés, e, proporciona conforto aos seus utilizadores. Além disso, permite que os trabalhadores aumentem a sua produtividade e não andem desprotegidos no local de trabalho.

Em Portugal, os requisitos obrigatórios para o equipamento de proteção individual (EPI) são definidos pela União Europeia, e pelas normais europeias e internacionais que o constituem.

Neste contexto, existiu uma atualização da norma de EN ISO 20345, substituindo a existente, EN ISO 20345:2011 pela EN ISO 20451:2022 como referência para o calçado de segurança. Como se caracteriza como uma atualização da norma antiga, esta traz consigo algumas alterações importantes que terão impacto na utilização do calçado de segurança.

Ao longo deste artigo iremos explicar as várias alterações que a norma traz consigo e de que forma vai ajudar os trabalhadores a aumentar a sua segurança.

O que é que significam estas normas de calçado de segurança?

As normas de segurança, como a EN ISO 20345 têm a vertente da segurança, ou seja, definem os critérios de segurança e desempenho que todos os artigos no mercado devem cumprir, ao passo que evoluem continuamente para atender às constantes necessidades dos diferentes locais de trabalho, às evoluções tecnológicas e às próprias necessidades da indústria.

Conhece a diferença entre Calçado de Segurança ESD x Calçado de Segurança Anti-Estático? Nesse artigo que pode consultar no nosso blog, explicamos qual a diferença anti-estático e esd.

Na norma lançada em 2011, a classificação do calçado varia entre SB (nível básico) e S5. Sendo que, quanto mais elevado for o número que acompanha o S, maior é o nível de proteção, de acordo com as próprias características do calçado testado.

Após a atualização em 2022, a EN ISO 20345:2022 introduziu mais um nível, nível S7, introduzindo novos requisitos básicos e requisitos adicionais.

Já conhece o novo requisito básico?

A atualização da norma do calçado de segurança introduziu algumas mudanças. Passou a existir um novo requisito básico SR direcionado para a resistência ao escorregamento, onde todo o calçado certificado como SB tem agora que passar no teste de resistência ao escorregamento.

Uma vez que o número de lesões que acontecem no trabalho resultante de escorregamentos é significativo, esta alteração tem o intuito de reforçar a segurança dos trabalhadores, aumentando o nível de tração nos diferentes pisos de trabalho

Requisitos Adicionais

Há uma série de requisitos adicionais que aparecem com o intuito de corresponder a diferentes pressupostos e prevenir eventuais perigos no contexto de trabalho. Um dos novos requisitos é a resistência à perfuração . Esta norma esclarece diferentes tipos de materiais, onde aquele que tem o diâmetro mais pequeno por conseguinte tem a pressão mais elevada e também requisitos de proteção mais elevados.

Neste seguimento, a resistência à perfuração é caracterizada pelo P, PL e PS.

 

  • Nível P – Diz respeito à certificação do calçado de segurança com palmilha metálica
  • Nível PL – Semelhante à anterior, no entanto, apenas se refere a palmilha não-metálica.
  • Nível PS – Diz respeito a resistência a perfuração com objetos até 3mm

 

Paralelamente, também surgiu um novo requisito acerca da resistência à penetração e absorção de água, ou WPA. Substituindo a marcação WRU. Esta norma estabelece um nível de resistência mais compreensivo contra a resistência à água, obrigatória em calçado S2.

EPI`S – Calçado de Proteção – Infográfico

 

nova-norma-calcado-de-protecao

E o Calçado de Segurança antigo?

A transição para a nova norma não significa de forma alguma que o calçado de segurança certificado sob a norma EN ISO 20345:2011, deixem de estar válidos para utilização. A sua utilização permanece válida até à expiração dos certificados emitidos pelos próprios organismos.

Por isso, pode continuar sem problema a comprar artigos com a norma ISO 20345:2011, que estão dentro da norma de segurança necessitada e continua a ser eficaz na proteção dos trabalhadores em vários ambientes de trabalho.

Se procura calçado de segurança de qualidade, recomendamos que consulte a nossa secção de calçado de proteção. Vai encontrar tudo o que precisa ao melhor preço e com a melhor qualidade.

 

Conclusão

As normas evoluem, da mesma forma que a EN ISO 20345:2021 deu origem à EN20345:2011, sublinhando a importância da evolução no setor da segurança. Estas normas são fundamentais para proteger os trabalhadores no que ao calçado de proteção diz respeito. 

Na Sartis dispomos de uma extensa gama de calçado de proteção de topo, para continuar a fornecer aos nossos clientes o que há de melhor em termos de calçado de segurança. Calçado certificado, recente, tecnológico e fiável.

Contacte-nos através dos nosso contactos habituais ou envie um e-mail para info@sartis.pt a solicitar orçamento.

normas-de-episCategoriasNormas Normas e Regulamentos

Tudo o Que Precisa de Saber Sobre Normas de EPI`S

O Equipamento de Proteção Individual (EPI) protege qualquer pessoa contra um risco de acordo com a atividade que pratica. Grande Parte Dos Equipamentos de Proteção Individual estão sujeitos às Regulamentações europeias no âmbito dos requisitos essenciais para cada trabalho e profissão.

Estes requisitos estão impostos por diretivas e especificados por normas. Cujas normas vamos especificar ao longo deste documento

 

Proteção de Trabalhos em Altura

As normas de segurança para trabalhos em altura são vastas. No infográfico que se segue vai encontrar todas as normas de segurança que precisa de conhecer se quiser trabalhar em altura.
normas-de-epis-trabalhos-em-altura

Proteção das Mãos

Grande parte dos acidentes de trabalho atingem as mãos, e neste caso, os EPI´S mais indicados para as mãos são as luvas. Uma vez que existem muitos modelos e materiais é preciso escolher aquele que melhor corresponde às necessidades do utilizador.

Como exemplo, se o trabalhador lida com eletricidade, é fundamental que a luva seja não condutiva.

Por exemplo, se o trabalhador lida com eletricidade, é fundamental que a sua luva seja não condutiva. Por outro lado, se trabalha em ambientes de altas temperaturas, é necessário que a luva ofereça esse tipo de proteção.

De seguida, deixamos um infográfico onde pode consultar todas as normas respetivas à proteção das mãos.

 

normas-de-epis-protecao-das-maos

Proteção da Cabeça

A normas de EPI`S EN397, dizem respeito à proteção da cabeça. Em todos os capacetes tem de estar presente um conjunto de informações para que o mesmo seja certificado. Essas informações serão mostradas mais abaixo no nosso infográfico referente à proteção de cabeça.

normas-de-epis-protecao-da-cabeca

Vestuário Alta Visibilidade

norma EN 471 diz respeito ao material de alta visibilidade que o vestuário tem de possuir para que as roupas sinalizem visualmente a presença do utilizador a longas distâncias.

normas-de-epis-vestuario-alta-visibilidade

Proteção dos Olhos

A norma EN166 caracteriza-se pela proteção dos olhos em qualquer circunstância de trabalho, exceto as radiações de origem nuclear, os raios X, as emissões laser e as radiações infravermelhas (R). De acordo com vários estudos, os olhos são a segunda parte do corpo com um maior número de acidentes de trabalho. No gráfico que se segue, identificamos a norma referente à proteção individual dos olhos. 

normas-de-epis-protecao-dos-olhos

 

Proteção Auditiva

A utilização de equipamentos de proteção individual direcionados para a proteção auditiva, vai ajudar o trabalhador a não estar exposto a fontes de ruído, que o vão ajudar a preservar a audição e a reduzir algum desconforto no canal auditivo. Protetores auditivos, como auriculares ou abafadores são bons exemplos disso. Veja o infográfico de seguida.

normas-de-epis-protecao-auditiva

Proteção Respiratória

A proteção respiratória é uma das medidas universais mais utilizadas e visa formar uma barreira à inalação de poeiras e químicos prejudiciais à saúde. Estando o nosso aparelho respiratório, constantemente exposto a algum grau de contaminação, este é  um dos meios de transporte de agentes poluentes.

normas-de-epis-protecao-respiratoria

Artigos Descartáveis

Todos os artigos descartáveis também têm normas e regras que são importantes e necessárias cumprir. Além disso, todos os artigos têm de corresponder às normas de qualidade destes, para que estejam em concordância com a segurança e higiene no trabalho.

normas-de-epi`s-vestuario-de-protecao

Oferecemos um serviço completo no fornecimento de epi`s, juntamente com a criação de segurança no trabalho através de equipamentos profissionais certificados. Pode encontrar os equipamentos de proteção individual que precisa online, em, sartis.pt.

Entre em contacto com a nossa equipa para ter soluções personalizadas para garantir a segurança no trabalho.

higiene-e-seguranca-no-trabalhoCategoriasEquipamentos de Proteção

Como Fortalecer a Higiene e Segurança no Trabalho

A Higiene e Segurança no Trabalho são fundamentais e têm o objetivo de gerir, controlar e identificar os riscos que o local de trabalho e a própria profissão podem apresentar para os colaboradores.

Neste artigo vamos explicar o que represente a higiene e segurança no trabalho e explicar a sua importância na indústria alimentar, assim como quais os fatores de risco a ela associados, bem como as suas responsabilidades.

O Que é a Higiene e Segurança no Trabalho ?

Higiene e Segurança no Trabalho diz respeito à aplicação de medidas e práticas destinadas a prevenir doenças e lesões no local de trabalho, assim como proteger a saúde dos trabalhadores no seu ambiente de trabalho. Para que estes consigam trabalhar sobre condições seguras e sem riscos provenientes da sua profissão.

Esta atuação envolve a avaliação e o controlo das condições laborais que vão desde a exposição de produtos químicos perigosos, materiais utilizados e até a qualidade de ar nas próprias instalações da empresa. Além disso, questões como iluminação adequada, ruído, controlo da temperatura, humidade e gestão de resíduos perigosos.

Higiene e Segurança no Trabalho pretende garantir a segurança de todos os trabalhadores para que estes não sejam expostos a ambientes de trabalho inseguros e que ponham em risco a saúde dos mesmos durante o exercício das suas funções. A implementação eficaz de práticas de higiene e segurança no trabalho não só protege os trabalhadores mas também é um dos principais motivos que contribuem para o aumento da eficiência e satisfação no local de trabalho. 

Fazendo parte de um ambiente de trabalho globalmente mais produtivo, saudável e satisfatório.

 

seguranca-e-higiene-no-trabalho

 

Qual é a responsabilidade da Higiene e Segurança no Trabalho?

O Departamento de Higiene e Segurança no Trabalho é responsável por uma ampla e vasta gama de matérias, onde as podemos identificar de acordo com os seguintes pontos :

 

 

Boas Práticas de Higiene e Segurança no Trabalho na Indústria Alimentar

Em qualquer indústria, a higiene e segurança no trabalho desempenha um papel fundamental para garantir um ambiente de trabalho estável, onde as boas práticas são uma realidade para produção e rentabilidade do negócio. Tomando como exemplo a indústria alimentar, em seguida deixamos algumas medidas que se  caracterizam como algumas das principais práticas a adotar nesse setor :

 

 

Fatores de Risco na Segurança e Higiene no Trabalho

A segurança em qualquer indústria é fundamental para que todos os trabalhadores consigam desempenhar o seu trabalho da forma mais simples e prática possível, reduzindo a exposição a acidentes e a uma série de fatores de riscos que variam de acordo com a indústria e o ambiente de trabalho. Alguns dos riscos mais frequentes prendem-se com os seguintes pontos:

  • Exposição a produtos químicos: Produtos químicos podem ser tóxicos e grande parte das vezes nocivos para a saúde dos trabalhadores.
  • Excesso de Ruído : A exposição prolongada perante níveis altíssimos de ruído podem causa perda de audição ou então pequenas lesões no canal auditivo.
  • Temperaturas Elevadas : Temperaturas excessivamente altas ou baixas  podem representar riscos para a saúde do comum mortal.
  • Radiação: Trabalhadores que estão regularmente expostos a radiações , estão constantemente a ser expostos ao risco e a debilitar a sua saúde e o seu bem estar a médio – longo prazo.

 

Segurança e Higiene no Trabalho é fundamental para proteger os trabalhadores e manter um ambiente de trabalho seguro e limpo. A consciencialização e a implementação de práticas de trabalho saudável é fundamental para aumentar a satisfação dos colaboradores.

Na Sartis dispomos de todo o tipo de equipamentos de proteção e vestuário laboral de alta qualidade, para  se manter sempre seguro e cumprindo sempre com as indicações do departamento de segurança e higiene no trabalho. Contacte-nos, e iremos ajudá-lo e aconselhá-lo para que consiga escolher o que melhor se adapta às suas necessidades.

 

 

CategoriasRoupas Impermeáveis Vestuário de Trabalho

O Que Precisa de Saber Sobre Roupa de Trabalho Impermeável

A Escolha de roupas impermeáveis é sempre uma tarefa complicada e essencial. Neste artigo vamos descrever algumas classificações de impermeabilidade, características importantes como respirabilidade e alguns termos técnicos que deve conhecer para o ajudar a encontrar a parka impermeável certa, para o seu ambiente e condições de trabalho.

Avaliações à Prova d´água

A impermeabilidade do vestuário de trabalho impermeável depende da sua classificação quanto à prova d´água. Quanto maior a classificação, maior é a sua resistência e por conseguinte, maior é o tempo que o tecido permanecerá à prova de água.

Avaliação Resistência Clima
 Até 2.000 mm Resistente à água Chuva muito fraca
 2.000 mm–5.000 mm À prova d’água Chuva fraca a média
 5.000 mm-10.000 mm Muito à prova d’água Chuva moderada a forte
 10.000 mm e acima Altamente à prova d’água Chuva pesada

Cada conjunto de roupa, varia no que toca á resistência da impermeabilidade. Pois, existem diversos artigos que são projetados para diferentes necessidades, mas a grande maioria das roupas de trabalho impermeáveis ficam na secção dos 5.000 mm a 10.000 mm e, portanto, são adequadas para condições climatéricas adversas. Além disso, estas parkas de trabalho impermeáveis são também respiráveis, para dar o maior conforto ao seu utilizador.

Como é que os conjuntos impermeáveis são testados ?

O nível de impermeabilidade destes artigos é testado utilizando o teste da cabeça hidrostática. Neste teste de cabeça, o tecido é esticado sob um tubo de água selado de 1 polegada de diâmetro. Passando a ser observado durante 24 horas para determinar quantos milímetros de água o tecido consegue suportar antes de ser absorvido.

A partir do momento em que o nível da água começa a passar pelo tecido, este é designado de altura hidrostática, medida em mm.

roupa-impermeável

 

Norma EN343

A EN343 é a classificação para roupas de proteção e, portanto, frequentemente utilizadas em roupas de trabalho que caracterizam uma classificação alternativa para roupas impermeáveis de alta visibilidade. A norma europeia para vestuário de proteção (EN343) classifica o vestuário que deve fornecer um nível minimo de proteção contra a chuva, para além do tecido que é utilizado.

Como já referido anteriormente, o nível de impermeabilidade é medido através de um teste de pressão hidrostática que envolve a aplicação de uma quantidade de água relativa na roupa. A classificação de penetração da água indica a pressão que esta pode suportar. A classificação da penetração da água indica a pressão que esta suporta.

 

Como é que a norma EN343 é medida?

As roupas são testadas em duas categorias:  A Capacidade de proteção contra precipitação, neblina e humidade. A segunda categoria diz respeito à resistência e à penetração de água. Cada uma destas características são classificadas por três níveis. Do mais alto ao mais baixo.

Resistência à Penetração de Água:

  1. Nível mínimo de proteção contra chuva
  2. Proteção intermediária contra chuva
  3. O mais alto nível de proteção contra chuva

 

Respirabilidade:

  1. Não classificado como respirável segundo a EN343
  2. Nível intermediário de respirabilidade
  3. O mais alto nível de respirabilidade

 

A penetração da água é testada antes e depois de qualquer pré-tratamento, que inclui abrasão, flexão e lavagem. Seguindo estes critérios, torna-se mais difícil alcançar e corresponder à norma 343, quando comparando com o teste padrão da impermeabilidade para roupas não protetoras.

Como saber a classificação da roupa impermeável ?

A classificação da roupa impermeável é mostrada na etiqueta CE dentro da própria peça de roupa. Acompanhado pelo símbolo EN 343 estão dois números que resultam da análise das duas categorias acima mencionadas. No exemplo abaixo é percetível o nível mais alto de impermeabilidade e de respirabilidade.

 

roupas-impermeáves

Como é que a respirabilidade é medida ?

A Respirabilidade é testada de acordo com a ISO 11092. Um modelo que replica a figura humana, mede a resistência ao vapor de água, que numa fase inicial é expressa em RET (resistência à evaporação de um têxtil). Quanto mais baixa for a classificação RET, maior será a respirabilidade, e, portanto maior será a pontuação geral do artigo de acordo com a norma EN 343. A utilização de vestuário impermeável ou conjuntos de chuva é essencial em trabalhos ao ar livre, uma vez que proporciona proteção contra elementos externos, sempre com o objetivo principal de manter o trabalhador confortável e seco.

 

Como é que os casacos resistem à água ?

O tecido utilizado para casacos resistentes à água terá de ser repelente uma vez que neste tipo de tecidos a água forma gotas na superfície do tecido e escorrerá sobre ele. Os casacos resistentes à água serão consideravelmente mais baratos, mas geralmente são menos duráveis e podem precisar de impermeabilização com mais regularidade do que outros casacos impermeáveis.

O que são costuras termoseladas?

Uma peça de roupa pode ser tratada com um revestimento impermeável e ter uma membrana impermeável, mas não ser totalmente impermeável. Para que este casaco seja 100% impermeável, é necessário que este tenha costuras termoseladas. É particularmente importante escolher e utilizar uma parka impermeável com costuras termoseladas se trabalhar debaixo de chuva forte e prolongada.

 

Ficou esclarecido sobre roupas impermeáveis ? Entre em contacto com a nossa equipa especialista em equipamentos de proteção e vestuário de trabalho e faça o seu pedido de orçamento. Estamos disponíveis para o ajudar sempre que precisar.

Se tiver qualquer outra questão, relacionada com equipamentos de proteção coletiva e individual e/ou vestuário de trabalho, também estamos aqui para o ajudar.

vestuario-de-soldador-CategoriasSoldadura Vestuário de Trabalho

Tudo o que deve saber sobre Vestuário de Soldadura

Trabalhar em soldadura é uma das atividades mais exigentes nas indústrias existentes. Além disso, existe muitos riscos associados a esta atividade, pelo que, é necessário fazer uma correta utilização dos seus Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), para os saber manusear e proteger dos perigos que esta profissão tem para o ser humano.

Presente, em diferentes indústrias, petróleo, gás, construção civil, entre outras, a soldadura é o dia-a-dia de muitos trabalhadores. Pelo que, torna-se necessário utilizar os EPIs mais adequados para se protegerem e não colocarem a sua vida em risco.

Neste artigo, explicamos a importância da utilização de vestuário de soldadura e os seus EPIs.

A Importância de Utilizar EPIS de Soldador !

O trabalho de soldadura traz consigo alguns riscos associados. Estar em contacto permanente com todo o tipo de peças metálicas, máquinas de corte, de soldar e outro tipo de objetos perigosos, significa estar a pôr em risco a integridade física do utilizador.

O contacto com algumas partículas, estilhaços, calor e ruído pode ter consequências graves nos trabalhadores. Queimaduras, perda auditiva ou intoxicação são alguns dos fatores que podem ser originados por trabalhos de soldadura quando não existe a correta utilização dos seus equipamentos. Daí a necessidade vital em utilizar equipamentos de proteção individual de soldador.

 

vestuario-de-soldadura

Que EPIs devo utilizar na soldadura?

  • Avental para soldador
  • Casaco de Soldador
  • Manguitos para Soldadura
  • Jardineiras
  • Calças Ignífugas
  • Bota de Proteção para soldador
  • Óculos de Proteção
  • Botas de Proteção
  • Luvas
  • Protetor Auricular
  • Máscara de Soldar

Todos os equipamentos mencionados acima apresentam características para eliminar riscos e manter o utilizador protegido durante o processo de soldadura.

Quando estiver a fazer a sua pesquisa acerca de vestuário de soldadura, irá reparar que grande parte dos equipamentos são compostos por crute. O crute é um tipo de pele/couro, altamente resistente à abrasão e recomendável para quem trabalha com soldadura.

 

Bota de Proteção para Soldadura

bota-de-soldador

As Botas de Soldador são super importantes para a proteção do utilizador. Leves e confortáveis proporcionam um grande conforto além disso são resistentes a temperaturas até 300ºC. As botas de soldador são altamente reforçadas e têm uma grande resistência ao impacto e à compressão.

Este tipo de calçado tem de respeitar a norma: EN ISO 2034:2011.

Máscara de Proteção para Soldadura

As máscaras para soldadura são dos equipamentos mais utilizados para quem trabalha nesta indústria. Dentro deste tipo de máscaras existem dois tipos : As máscaras de proteção integral que protege, parte do pescoço e as de proteção apenas facial.

A nossa recomendação é que utilize sempre aquela que protege a maior parte do corpo possível. Neste caso, a de proteção integral.

O que devo saber durante o processo de soldadura?

Durante o processo de soldadura, é essencial que o trabalhador conheça os equipamentos com que está a trabalhar, inclusive, os equipamentos de segurança, de modo a evitar alguns riscos. Tais como :

  • Nunca deixar cabos do equipamento em ambiente húmidos ou molhados
  • A máscara de soldar nunca deve ser retirada antes do final do processo de solda, para garantir a proteção dos olhos e do sistema respiratório
  • Investir na utilização de equipamentos destinados à filtragem e captação dos resíduos tóxicos gerados

Neste sentido, já deu para perceber a importância dos equipamentos de segurança na execução desta atividade.  Por isso, torna-se necessário que as luvas, o fato, o avental, os óculos, os protetores auriculares e a máscara utilizada se encontrem em ótimo estado de conservação e manuseamento.

O que é a EN ISO 1611?

A EN ISO 1611 é a norma internacional que específica os requisitos mínimos de segurança a ter para roupas de proteção a utilizar em soldadura e processos aliados. Esta norma divide-se em duas classes com requisitos de desempenho específicos.

  • Classe 1 : A Classe 1 é a proteção contra técnicas e situações de soldadura menos perigosa, originando os níveis mais baixos de projeções e calor radiante.
  • Classe 2 : Design a proteção contra técnicas e situações de soldadura mais perigosas, causando níveis mais altos de projeções e calor radiante.

Para corresponder à norma EN ISO 11611:2015 é necessário corresponder a diversos parâmetros:

  • Resistência à Tração
  • Resistência ao rasgo
  • Resistência de rebentamento
  • Resistência das costuras
  • Mudança dimensional
  • Requisitos de pele
  • Propagação Limitada de Chama (A1+ A2)
  • Gotículas Fundidas
  • Transferência de Calor (radiação)
  • Resistência Elétrica

 

A utilização de EPIs é então fundamental principalmente no que toca à indústria da soldadura. Se tiver alguma questão sobre EPIs ou necessitar de adquirir fardamento de soldador não hesite em contactar-nos.

Podemos ajudá-lo a escolher os melhores equipamentos para a sua empresa e para os seus trabalhadores.

Realçamos que este apenas é um artigo informativo, e recomenda-se sempre um levantamento de riscos prévio, por um profissional de segurança.

vestuario-de-trabalhoCategoriasVestuário de Trabalho

Como a Qualidade do Vestuário de Trabalho reflete o Espírito e os Padrões do Negócio

No âmbito de uma presença comercial forte, a imagem e a reputação de uma empresa é crucialmente marcada pelo seu branding. Cada detalhe conta, desde o atendimento ao cliente até à qualidade do artigo. Que se vai refletir no espírito e os padrões da organização.

Cada detalhe faz a diferença, e, funcionários bem apresentados podem impactar positivamente a forma como a empresa é vista pelos outros. Quer seja parceiros comerciais, clientes ou até mesmo pela própria visão que podemos passar a possíveis clientes.

Neste artigo, vamos explicar a relação entra a qualidade do vestuário de trabalho e o espírito e os padrões que devem ser adotados pelas empresas.

1. Profissionalismo e Imagem da Marca

As roupas de trabalham representam o profissionalismo de uma determinada instituição, assim como a sua imagem e identidade. Quando parceiros comerciais visitam a sua empresa, a apresentação dos colaboradores que encontram pode causar uma boa ou má impressão.

Um vestuário de trabalho bem ajustado e de alta qualidade, transmitem profissionalismo e atenção aos pequenos detalhes. Reforçando a ideia que a empresa preocupa-se com a forma como atua.

 

2. Consistência e Coesão

A consistência é fundamental para o sucesso das relações empresariais. A qualidade elevada do vestuário de trabalho garante a todos os colaboradores, uma gestão completa e humanizada de modo a formar uma imagem coesa. A consistência reforça a ideia que a empresa é organizada e os seus valores estão uniformizados com a atuação da marca no mercado.

3. Segurança e Conformidade

Em algumas indústrias, o vestuário de trabalho é essencial pela segurança e pela obrigatoriedade em cumprir com os regulamentos. Quando um parceiro de negócios vê uma empresa a investir na qualidade do seu fardamento de trabalho, isso sinaliza um compromisso com a segurança e conformidade com os padrões do setor.

Especialmente importante em setores como a saúde, manufatura e construção onde cumprir todos os procolos de segurança é fundamental.

4. Desempenho e Moralidade

O sucesso de qualquer negócio depende muitas vezes da motivação com que se trabalha. A qualidade do vestuário de trabalho é fundamental e desempenha um papel significativo nesta mesma motivação. Quando os funcionários recebem roupas de trabalho adequadas e ajustadas ao seu corpo, é mais provável que se sintam valorizados e valorizem mais a empresa.

5. Desempenho e Moralidade


As relações comerciais modernas são cada vez mais influenciadas pela ética e pelas considerações ambientais. As empresas cada vez mais priorizam a sustentabilidade e a ética, demonstrando responsabilidade ambiental nas ações comerciais praticadas.

A escolha de vestuário de qualidade impacta positivamente os padrões comerciais e sociais de qualquer empresa. Integra toda a equipa assim como os seus colaboradores, permitindo a expansão da imagem e um forte posicionamento no mercado.

Na Sartis, comercializamos não só o todo o vestuário de trabalho como também ainda o personalizamos. Aceda à nossa página de personalização, e faça-nos chegar o seu pedido sobre vestuário de trabalho personalizado.

Num prazo máximo de 24 horas tem uma maquete digital, de forma totalmente grátis e sem qualquer compromisso.

 

queda-livre-trabalhos-em-altura-sartisCategoriasTrabalhos em Altura

Como Calcular a Altura Livre ?

*texto extraído do site oficial da Petzl e traduzido para português de Portugal.

 

Os operacionais que executam trabalhos em altura devem dominar o risco de queda. O cálculo de altura livre específica para cada situação de trabalho é primordial para garantir a segurança de uma obra.

Descubra a seguir os critérios necessários para calcular as quedas em altura e como a pode otimizar.

O que é a altura livre?

A altura livre é a altura mínima de segurança exigida abaixo do operacional de trabalho para não bater  num obstáculo em caso de queda.
Essa altura mínima leva em consideração o comprimento do seu sistema, o rasgo do absorvedor de energia, uma distância média entre o ponto de fixação do arnês e os pés do trabalhador (1,5m) e uma margem de segurança imposta pela norma (1 metro).

O valor da queda livre evolui em função da situação de trabalho. A posição do trabalhador em relação à ancoragem, o comprimento do seu sistema e o peso do trabalhador são os principais critérios que o determinam.

Para reduzir a queda  o absorvedor de energia deve ser limitado. Esse rasgo depende da quantidade de energia a ser absorvida, portanto na altura da queda. No terreno, é aconselhável manter-se sempre o mais baixo possível em relação à ancoragem.

ABAIXO DA ÂNCORA

O operacional está sob a ancoragem e seu talabarte absorbica está quase esticado. A altura livre é reduzida, pois a altura da queda é pequena.

 

Ao Nível da Ancoragem

A ancoragem está no ponto de fixação do arnês ou ligeiramente acima dele. Se o operacional cair, a altura da queda é maior. A altura de queda livre é, portanto, maior.

Em cima da Âncora

A ancoragem está nos pés do operador ou abaixo deles. Se o talabarte cair, a queda tem o dobro do comprimento do talabarte e causa um grande rasgo no absorvedor. A altura de queda livre é, portanto, maior do que nos dois casos anteriores.

 

Otimize o comprimento do sistema

O comprimento total do sistema (conectores + absorvedor + talabarte) determina uma altura máxima de queda e, portanto, influencia o valor da altura livre. A escolha do modelo de talabarte pode ser adaptada a cada trabalho, tendo em conta que a escolha de um talabarte mais curto limita a altura de queda potencial.
O longe absorvica permite que se adapte melhor a situações onde é necessário ajustar o comprimento do seu sistema.

O Peso é um fator importante?

Prender a queda de um utilizador mais pesado (com o seu equipamento) representa mais energia para absorver; portanto, o rasgo do absorvedor é mais longo, o que influencia o valor da queda livre. Com efeito, dois operacionais situados no mesmo local, relativamente ao ponto de ancoragem, mas que não pesam o mesmo, terão uma altura livre diferente.

Se deseja fazer a encomenda de qualquer artigo da marca petzl pode fazê-lo através do nosso site ou enviar um email para info@sartis.pt. Somos vendedores oficiais da marca.

Se desejar fazer o cálculo de queda livre, pode fazê-lo com recurso a uma calculadora, clicando aqui.