calcado-de-segurancaCategoriasEquipamentos de Proteção

Tudo sobre Calçado de Segurança com Biqueira

A utilização de calçado de segurança é fundamental para proteger o trabalhador contra uma variedade de perigos e lesões. É crucial que o calçado utilizado não seja substituído por qualquer outra proteção.

Se vai comprar calçado de trabalho com biqueira de segurança, é importante não só conhecer as normas e características do calçado de proteção, mas também compreender os materiais que o constituem, já que podem ter influência na sua performance. Já deve ter reparado que algumas botas de trabalho têm nas suas especificações biqueiras de aço, enquanto outras possuem biqueiras de compósito. Embora ambos os materiais sejam diferentes, têm a mesma finalidade: proteger os pés do impacto. Vamos então às diferenças entre calçado de segurança com biqueira de aço e biqueira em compósito.

Calçado de Segurança com Biqueira em Compósito

O calçado de segurança com biqueira em compósito – comumente conhecida por biqueira composta – é constituído por materiais não metálicos como kevlar, fibra de carbono, plástico ou fibra de vidro. Têm vindo a ganhar popularidade ao longo do tempo porque oferecem um maior conforto, não confundem os detetores de metal e oferecem a melhor resistência ao seu pé. São assim, por exemplo, uma escolha acertada para eletricistas e engenheiros.

As botas com biqueira em compósito são cerca de 30% mais leves, quando comparadas com o calçado de biqueira de aço. Geralmente incluem tecnologia de conforto incorporada e ajustada ao design da bota de forma a que sejam utilizadas por longos períodos de tempo.

Estas botas são a melhor escolha para um clima ao ar livre, uma vez que não fazem condução térmica.

Fibra de Carbono

As fibras de carbono são, de longe, as mais antigas e as mais utilizadas em aplicações de alto desempenho. No entanto, além de serem menos resistentes ao impacto, podem causar corrosão nos metais com os quais entram em contacto devido à condução elétrica.

Fibra de Vidro

Atualmente, a grande maioria das fibras utilizadas nas botas em compósito são fibras de vidro. Embora a fibra de vidro pese mais do que a fibra de carbono, é mais resistente ao impacto e não quebra tanto como a fibra anterior. É a fibra mais comum nas botas em compósito.

Prós e Contras do Calçado com Biqueira em Compósito:

  • Mais leve em comparação com uma biqueira de aço, reduzindo o stress, a fadiga nas pernas e  as articulações durante longos dias de trabalho ✔️
  • Calçado de trabalho sem metal, práticas ao trabalhar em ambientes elétricos perigosos ou locais de trabalho com detetores de metais, como tribunais ou aeroportos ✔️
  • Não conduz calor ou frio em temperaturas extremas, originando um maior conforto ✔️
  • Usado principalmente numa faixa de qualidade e preço mais alta de botas de trabalho com biqueira de segurança ❌
  • Mais grossas e volumosas em comparação com as botas de trabalho com biqueira de aço ❌

Calçado de Segurança em Biqueira de Aço

O calçado com biqueira de aço é geralmente mais adequado a trabalhos na construção civil uma vez que oferece uma proteção maior quando é exposto ao contacto com metais, por exemplo. Em relação ao calçado de segurança com a biqueira em compósito, é mais barato.

No entanto, nem tudo são vantagens. O calçado de proteção com biqueira em aço é mais pesado quando comparado ao calçado com biqueira em compósito, além disso, também faz condução térmica. Por isso, a biqueira de aço faz com que o calçado se torne menos confortável de usar por longos períodos de tempo.

Prós e Contras do Calçado com Biqueira de Aço:

  • As botas de segurança com biqueira de aço oferecem uma maior proteção quando comparadas com botas de biqueira em compósito. Em especial, para ambientes de risco, com o manuseamento de equipamentos muitos pesados, como, motosserras ou trituradores ✔️
  • São botas mais baratas quando comparadas com as botas de biqueira em compósito ✔️
  • Mais pesadas em comparação com uma biqueira de compósito ❌
  • Não são adequadas para trabalhadores que necessitam de caminhar durante longos períodos de tempo ❌
  • Não é recomendada a sua utilização em trabalhos onde seja necessário passar regularmente em verificações de segurança em metal ❌
  • Fazem condução térmica e elétrica ❌

Que tipo de calçado de segurança é mais adequado à minha necessidade?

Esta é uma das dúvidas que surge mais frequentemente quando os nossos clientes nos procuram para comprar calçado de proteção. Uma vez que a oferta do mercado é variada, sem o aconselhamento necessário, pode cometer um erro.

Quando se trata de botas de segurança, é importante analisar e responder a algumas questões.

  • É para uma utilização regular ou semi periódica?
  • Qual o nível de proteção que necessito?
  • Existe perigo de esmagamento ou perfuração nos pés, propiciados por equipamentos de trabalho pesados ?
  • As condições climatéricas são de calor intenso ou de chuva?
  • Os trabalhadores passam regularmente por detetores de metal?

Depois das respostas a estas perguntas, já irá conseguir escolher qual o calçado de segurança mais adequado para as suas necessidades ou, para os trabalhadores da sua empresa.

Qual é o tipo de calçado mais adequado para o meu trabalho?

O calçado de segurança mais adequado é aquele que mais se adequa ao seu ambiente de trabalho. Dependendo do cargo e do setor onde trabalhar, existem diferentes tipos de calçado a utilizar.

  • Em trabalhos de obras ou minas, deve-se privilegiar o calçado da categoria s3, ou s5 em ambientes com muita água.
  • Na indústria agroalimentar, deve utilizar o calçado de segurança de categoria S1, ou S1P. De acordo com o piso, este poderá ser SRA ou SRB.
  • Em laboratórios, nomeadamente indústria química, deverá utilizar calçado da categoria S1 , ou S2, caso haja riscos de respingos.
  • Numa oficina , de forma geral, calçado de categoria S1 ou S1P, é suficiente. Embora, alertamos sempre para adaptar o tipo de proteção às diferentes atividades executadas em oficina.
  • Na indústria automóvel, o calçado utilizado deve ter proteção para riscos específicos. Geralmente de categoria S1, e adaptar depois as características mediante a tarefa. ESD, HRO ou SRC ESD.

O calçado de segurança é um requisito?

Em grande parte das indústrias e, como mencionado anteriormente, a utilização de calçado de proteção é um requisito para uma grande parte dos trabalhos. Contudo, a entidade patronal costuma especificar que tipo de bota é que deve usar.

Depois de determinar os requisitos de segurança a adotar, existe uma grande variedade de botas de trabalho à sua escolha. Encontre o calçado que mais gosta através do nosso site.

Conclusão

Quer as botas de biqueira de aço como as de compósito,  fazem parte do primeiro plano na categoria dos equipamentos de proteção individual. A escolha do calçado é fundamental para proteger a integridade física dos trabalhadores e permitir um maior conforto na hora de “colocar o pé”.

Como mencionado anteriormente, é recomendável pensar em alguns aspetos importantes antes de efetuar a compra. Só assim irá conseguir analisar e avaliar, qual o calçado que melhor se vai adequar às suas necessidades.

Precisa de conselhos, ou ainda tem alguma dúvida sobre botas de trabalho com biqueira de aço ou composta depois de ler este artigo? Não hesite em entrar em contacto com a nossa equipa.

Se está no nosso website pela primeira vez, registe-se na nossa newsletter e fique por dentro de todas as novidades que temos para si. Fique em segurança!

 

calcado-de-protecao